moara_brasil20191010_006_edited.jpg
Eterno Retorno

"Viver em um eterno retorno", essa é a situação que a pandemia impõe aos povos originários da Amazônia, que enfrentaram e enfrentam doenças letais ao longo de sua história de resistência. Esta série de colagens, com técnica mista, traz à luz a problemática das doenças tropicais e o genocídio indígena, desvendando a relação entre o surgimento de epidemias e o desmatamento desenfreado na Amazônia.

---

Moara Tupinambá é artivista visual, natural de Maery Tupinambá (Belém do Pará). Seus ascendentes são nativos tapajowaras, da comunidade de Cucurunã e Boim (Tupinambá). Sua poética percorre cartografias da memória, identidade, ancestralidade, resistência indígena e pensamento anti colonial.

Retomada.jpg